Lavrando Pa
Pesquisa

Je suis CHARLIE
Por Isilda Monteiro (Professora), em 2015/01/13212 leram | 0 comentários | 64 gostam
Uma IMAGEM tem o poder de cativar uns e repugnar outros. Uns e outros não ficam indiferentes.
Os "media" sabem-no e, por isso, usam (e abusam?) de repórteres fotográficos e de cartoonistas. Fotografias e desenhos acompanham textos que, por vezes, ficam mais explícitos e eficazes exatamente devido às imagens.
Lá dizem os chineses: uma imagem vale mais do que mil palavras.
Se dúvidas houvesse sobre o poder da imagem, o inqualificável ataque à liberdade de expressão terminou com elas. Paradoxalmente, este atentado à redação do jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris, levou multidões à rua e uniu continentes pela defesa da liberdade de expressão.
Mas foi com o cartoon de Michael Shaw que me apercebi da força que pode existir numa não imagem. Este cartoon, em branco, tem a força de nos abrir a consciência, não vos parece?

Tradução da legenda do cartoon: «Por favor, desfrute deste cartoon cultural, étnica, religiosa e politicamente correto de uma forma responsável. Obrigado.»


Comentários

Escreva o seu Comentário