Lavrando Pa
Pesquisa

Uma viagem de Natal
Por Francisco Peres (Professor), em 2014/12/02400 leram | 0 comentários | 105 gostam
Concurso de escrita “Uma aventura nas férias de Natal – 2014”.
A manhã de Natal, apesar do sempre bem-vindo sol, estava fria. Mas mesmo assim, eu, o meu primo Martim e a minha prima Mafalda partimos para a Polónia com a esperança de vermos o Pai Natal.
  Quando lá chegamos, fomos a um café beber um chocolate quente para nos aquecermos.
  Algum tempo depois, saímos do café, não vimos o Pai Natal, mas vimos duendes que andavam de porta em porta a recolher as cartas das crianças. Nós perguntámos-lhes se podíamos ir com eles ver a casa do Pai Natal. Eles aceitaram e lá fomos nós.
  Voámos, voámos, voámos…foi uma sensação incrível, pois nunca tínhamos andado de trenó voador.
  Quando chegamos, abrimos a porta e vimos muitos presentes, uma lista enorme e, claro, como não podia deixar de ser o próprio Pai Natal. A Mafalda estupefacta correu para ele dizendo:
  - Que barba tão fofinha!!!
  - Oh, obrigado.
  - De nada - respondeu a Mafalda.
  O Pai Natal estava muito ocupado, então, nós decidimos ajudá-lo. Umas prendas p’ra aqui, outras p’ra ali e foi assim que concretizámos o trabalho.
  No final do dia tivemos de regressar, mas não podíamos ir sem nos despedirmos:
  - Tchau, Pai Natal! Pode ser que para o ano venhamos cá outra vez!
  - Ho, ho, ho! Aonde é que vocês vão? Ajudaram-me imenso, não se podem ir embora sem uma prenda.
  O Pai Natal lá nos deu uma prenda e nós demos-lhe um grande abraço.

Catarina Monteiro 6º A, Nº 6.


Comentários

Escreva o seu Comentário