Lavrando Pa
Pesquisa

AQUECEDOR DE SALA GASÓMETRO SEC.XIX INGLÊS
Por Ana Sofia Barbosa (Aluna, 8ºA Nº4), em 2014/11/24373 leram | 0 comentários | 87 gostam
Todos os meses, o museu da escola escolhe um objeto que tenha a ver com o mês corrente. A peça do mês de novembro foi o gasómetro.
Novembro é o décimo primeiro mês do ano no calendário gregoriano, tendo a duração de 30 dias. Novembro deve o seu nome à palavra latina novem (nove), dado que era o nono mês do calendário romano, que começava em março.

O mês de novembro inaugura o frio. Tal como hoje, também em épocas passadas os invernos rigorosos faziam do aquecimento da casa uma preocupação constante.

O aquecedor que escolhemos como peça do mês destaca-se não só pela sua beleza, mas também pela novidade que terá trazido entre os finais do séc. XIX e inícios do séc. XX, acompanhando a descoberta do petróleo e do gás.

O aquecimento da casa seria uma preocupação das regiões mais frias ou constituiria uma necessidade para ultrapassar os rigores do inverno. Pelo menos até ao século XVII, as casas (sobretudo as mais abastadas) apenas possuíam aquecimento através de uma lareira ou de forno inserido nos compartimentos da habitação. Só mais tarde foram introduzidos os aquecedores domésticos, que utilizavam primeiro o carvão, depois o petróleo ou gás.

Os fogareiros, componentes de aquecimento e iluminação, marcam presença no uso quotidiano. São peças de uso portátil, usadas indistintamente para as funções culinárias ou de aquecimento das diferentes divisões da casa.

Caracterizam-se, geralmente, por constituir um corpo duplo, com uma abertura para oxigenação: um corpo inferior (cinzeiro) com uma abertura para a alimentação do petróleo, ou gás, uma grelha intermédia e uma parte superior exibindo as paredes abertas e os orifícios para arejamento e ativação do fogo.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário