Lavrando Pa
Pesquisa

A inspiração foi o mar...
Por Alda Chaves (Professora), em 2014/06/08394 leram | 0 comentários | 100 gostam
Este poema é da autoria do aluno Gabriel Castro, do 9.º C, e foi escrito no âmbito do Concurso de Poesia 2014.
O mar chama


Ouvia-se aquela melodia
Das ondas a bater nas rochas
Das algas a arrastar
Da água a cantar
Brilhante como cristal
De encanto puro e a nada igual

Aquele som "chamativo"
E para todos incentivo
A mergulhar
Porque o Sol ardente
E a areia quente
Não dão para aguentar

E ao fazê-lo
Entra-se num mundo de fantasia
Limitado pelo fundo
No qual só se pensa um segundo pois
Para ver tudo não dá um dia.

A imaginação é o limite
Que se tem de imaginar
Porque não há limite para além do fundo
Conhecido do mar
Que parece nunca acabar.
Dá para pensar e adivinhar.
E tudo a dois passos da terra deserta
Pelo que qualquer pessoa esperta
Tomará a decisão certa
E responderá ao chamamento do mar
Para mergulhar
E de tudo isto se irá lembrar…

Gabriel Castro, n.º 12, 9.º C
21/5/2014


Comentários

Escreva o seu Comentário