Lavrando Pa
Pesquisa

A inspiração foi o mar...
Por Alda Chaves (Professora), em 2014/06/08463 leram | 0 comentários | 93 gostam
Este poema foi escrito pela aluna Marta Monteirinho,do 9.º C, para o Concurso de Escrita 2014
Cheiro a maresia



São águas azuis,
Transparentes e quentes.
São águas pesadas,
Transportam consigo sonhos derrubados,
Pensamentos perdidos,
Palavras que não foram ditas e
Memórias esquecidas.
São águas sem fim,
Calmas, cheias de vida.
Nelas forma-se a onda.
Cresce,
Cresce,
Cresce.
Tique-taque, tique-taque.
Nada dura para sempre.
E a onda ganhou mais confiança
E percorreu o território de Neptuno
E correu até à areia
Que abraçou e louvou...
Tinha cumprido o seu destino...

Marta Monteirinho
maio/2014


Comentários

Escreva o seu Comentário