Lavrando Pa
Pesquisa

Esquilo-vermelho em Portugal
Por Anabela Pinto (Professora), em 2014/03/24487 leram | 0 comentários | 125 gostam
Depois de centenas de anos considerado extinto em Portugal, eis que o esquilo-vermelho está de regresso ao país.
Esquilo-vermelho de regresso a Portugal após extinção de séculos

Centenas de anos depois de ter sido dado como extinto em Portugal, o esquilo-vermelho está de regresso ao país, após uma expansão a partir da Galiza, em Espanha, nos anos 80. Em 2000, o animal já se encontrava distribuído por todo o norte do país até ao rio Douro e hoje há já registos de esquilos-vermelhos quase até ao rio Tejo.
De acordo com a bióloga Rita Gomes Rocha, da Universidade de Aveiro (UA), ainda não se sabe, contudo, exatamente até onde é que esta espécie ocorre. A bióloga, que está a estudar a expansão daquela espécie no país, lança um apelo para que sejam comunicados os avistamentos de animais e de vestígios da sua presença: “se vir um esquilo não deixe de nos dizer onde o encontrou”. Os registos podem ser enviados para a página no Facebook.

O projeto, denominado Esquilo Vermelho em Portugal, tem como objetivo “perceber a expansão do esquilo vermelho no território nacional, quais os fatores que influenciam essa expansão e os seus padrões de comportamento”, revela a investigadora.
Em desenvolvimento na Unidade de Vida Selvagem do Departamento de Biologia da UA, o projeto quer ainda fazer a caracterização genética da espécie para que, no conjunto final dos resultados, se perceba qual o futuro do esquilo no território nacional.
A bióloga descreve o esquilo como “um simpático roedor, com uma cauda bastante felpuda e que pode ser avistado nas florestas portuguesas, principalmente na copa das árvores. Apesar do seu nome esquilo vermelho, a coloração varia bastante, desde acastanhada a totalmente preta”.
A bióloga pede também para serem relatados indícios da sua presença, tal como pinhas roídas no chão das florestas, com um padrão peculiar, pois os animais deixam as escamas do topo, que formam um pequeno tufo, e são bastante fáceis de reconhecer.
Greensavers, 20 de Março de 2014.

 


Comentários

Escreva o seu Comentário