Lavrando Pa
Pesquisa

Concurso - A melhor carta 2014
Por Pamela Almeida (Aluna, 9ºB), em 2014/02/12433 leram | 0 comentários | 81 gostam
"Escreve uma carta a explicar como a música influencia a vida" é o tema para a carta da nova edição do concurso promovido pelos CTT.
Na minha opinião a música tanto ajuda no nosso desenvolvimento intelectual, na criatividade, como também na possibilidade de expressar os nossos diversos sentimentos por meio dos sons.
Ao mesmo tempo em que as pessoas procuram a música como uma profissão, outras procuram-na como um refúgio, pois se expressarmos as nossas emoções através de sons musicais, relaxamos o corpo e a alma, sentindo uma grande satisfação por fazer algo para nós mesmos e, assim, isso o nosso dia a dia fica melhor. Muitos aprendem música como terapia, pois sabem e podem perceber o quanto ela lhes transmite paz e os transporta para todos aqueles bons momentos passados com amigos ou com a família, seja em casa, numa festa ou até mesmo a louvar a Deus.
De alguma forma, cada música executada pelos nossos dedos ajuda-nos a sentir aquela sensação de realização, aumenta muito a nossa autoestima e desencadeia uma sensação de ânimo no nosso cérebro e em nós próprios, pois aciona o nosso raciocínio de uma forma mais confortável e não stressante, mas de uma maneira que possamos desenvolver as atividades e os compromissos com mais esperança e com segurança de que vamos realizar os nossos sonhos!
A música é conhecida por muitos pesquisadores como uma espécie de modalidade que ajuda a desenvolver a mente humana, promove o equilíbrio, proporcionando um estado agradável de bem-estar, facilitando a concentração e o desenvolvimento do raciocínio.
As áreas em que o estudo da música promove benefícios são:
- Paciência
- Lógica
- Concentração
- Criatividade
- Disciplina
- Desenvolvimento emocional
- Coordenação motora
- Melhor desempenho em todas as matérias do currículo escolar
- Maior tolerância às diferenças
- Relacionamento interpessoal
- Maior confiança para lidar com desafios e responsabilidades

Na saúde física e mental, a música pode ser fonte de diversão e não requer nenhuma idade específica! Têm sorte aqueles que os pais incentivam a aprender música desde pequenos, mas nunca é tarde para começar. Não existe limite de idade, os novos podem aprender mais rápido, mas os mais velhos também aprendem, a principal vantagem em ser um pouco mais velho é justamente a maturidade! Ainda na saúde, por exemplo, a música traz benefícios no combate ao mal de Alzheimer, à ansiedade,à depressão,à solidão e ao stress. Sem contar com o fortalecimento do sistema imunológico, que ajuda na prevenção de doenças, como por exemplo, osteoporose.

Numa sociedade em que a música esteja presente, tudo pode ser melhor tanto em termos humanos, como na qualidade de vida, porque haverá mais criatividade, tolerância e alegria.
Na música estão contidos três elementos: as palavras, a harmonia e o ritmo. A música penetra diretamente nos nossos centros nervosos e ordena de maneira rápida e imediata a divisão do tempo e do espaço, além de inspirar o gosto pelas virtudes. Enquanto as crianças cantam, batem palmas, batem os pés e dançam, é visível que nenhuma permanece quieta, ou seja, os instrumentos naturais do próprio corpo, na sua qualidade de gestos rítmicos primordiais, complementam a expressão melódica do canto.
Ressalto que a participação das famílias também é fundamental nos momentos de apreciação musical, seja na ação de cantar, de ouvir boas músicas ou, simplesmente, os sons da Natureza. Estas situações de convívio permitem o bem estar físico e emocional de todos.
E é por tudo isto que a música influencia a nossa vida!


Comentários

Escreva o seu Comentário