Lavrando Pa
Pesquisa

Atletismo: Entrevista à Ana Borges
Por Márcia Dias (Aluna, 8ºB), em 2013/04/22868 leram | 0 comentários | 111 gostam
Chama-se Ana Margarida Carvalho Borges, tem 13 anos, é aluna do 6.º C, na Escola Dr. José Domingues dos Santos, em Lavra. É uma "craque" no atletismo e enquanto corre, sente-se LIVRE.


Márcia Dias(MD) - Nós sabemos que és atleta, o que significa para ti o atletismo?

Ana Borges (AB) - Para mim o atletismo é tudo, porque sei que posso ser eu mesma. Enquanto corro, sinto-me livre e com vontade de treinar e treinar sem parar. Se estivesse aqui a dizer o que o atletismo é para mim, nunca mais saía daqui, por isso resumo numa frase: o atletismo é a minha vida.

MD - Dentro do atletismo existem várias modalidades, quais as que preferes? Porquê?

AB -Bem, eu gosto de todas as modalidades, mas a que prefiro é velocidade, não só porque sei que consigo alcançar bons resultados, mas também porque parece que estou a voar durante segundos. Quando faço velocidade esqueço tudo o que se passa à minha volta e concentro-me só no meu objetivo, vencer e dar o melhor.

MD - Treinas em algum clube, se sim qual é e onde fica?

AB - Sim, treino no clube C+S Lavra, ou seja o melhor clube do mundo! Para mim isto não é apenas um clube, mas sim uma família.

MD - Como são os teus treinos? Isto é, onde, quando e com quem treinas?

AB - Eu treino à terça-feira, à quinta-feira e à sexta-feira, em Leça. Como já disse, pertenço ao clube C+S de Lavra que divide os atletas em vários grupos, mas eu vou só falar do meu. Eu treino com o melhor professor do mundo, Filipe Silva, se não fosse ele eu não estaria onde estou, e agradeço-lhe por tudo!
Os colegas com quem treino são: Márcia Dias, Sofia Marques, Jéssica, Ana, Tito Pereira, Ricardo Queiroz, Paulo Sousa, Maria, Beatriz, Rita, João e Bárbara Silva.

MD - Qual a prova que te deu mais prazer? Porquê?

AB - A prova que mais me deu orgulho fazer foi o triatlo técnico. Este é designado por três provas, barreiras, comprimento e peso. Deu-me prazer fazê-la, porque senti que me esforcei, que dei o máximo e assim consegui o primeiro lugar no pódio.

MD - Tens algum record regional? Se sim qual?

AB - Não, mas gostava de ter os de 80 metros planos, velocidade.

MD - Qual/Quais, o(s) atleta(s) que mais admiras?

AB - O atleta que mais admiro é o Usain Bolt, porque é um atleta que se esforça, que luta pelo que quer sem nunca desistir. Ele foi campeão nos 100 metros planos em 2013, batendo assim o record mundial de 9.58 segundos. Admiro-o e um dia gostaria de bater também alguns recordes e chegar até onde ele chegou, aos mundiais de atletismo.

MD - Qual a tua atleta preferida? Aquela que gostarias de ter como treinadora?

AB - A minha atleta preferida, não é nenhuma conhecida mundialmente, ela treina comigo e chama-se Márcia Dias. Eu gostaria de a ter como treinadora, pois quando temos prova ela tem-me ajudado a ultrapassar todos os obstáculos. Dá-me na cabeça quando eu digo que vou desistir, mas é uma maneira de me incentivar a continuar.

MD - Quais as tuas marcas? Qual a que te deixa mais orgulhosa?

AB - As minhas marcas são:
Comprimento- 4,47m.
Peso 2kg- 8,32m.
Altura- 1,30m
60m planos- 8,40s.
1000m - 3,40min.
A marca que me deixa mais orgulhosa é a de velocidade, para além de ser a modalidade de que mais gosto, eu esforço-me para conseguir estes resultados e, no fim de tudo, vale a pena o esforço.

MD - Nesta época de 2012/2013, o que pretendes alcançar?

AB - Esta época quero bater o teu record regional no "Atleta completo", é a prova mais importante da época. "O Atleta completo" são cinco provas, às quais atribuem uma certa quantia de pontos, dependendo da marca do atleta.

MD - Estás a conseguir os resultados pretendidos?

AB - Não, pois as provas não me têm corrido bem.

MD - Para terminar que conselho darias a quem quer praticar atletismo?

AB - Digo a todos que o atletismo é um desporto lindo, mas quem entra para o atletismo tem que ter garra, não pode ter medo dos obstáculos que surgirão e acima de tudo não pode desistir. Haverá provas que correrão bem e outras que correrão mal, mas nunca podemos desistir. No atletismo temos de dar o máximo e não brincar nos treinos, temos de estar concentrados. Acima de tudo, o atletismo demonstra quem somos, porque enquanto o praticamos, desaparece tudo na nossa mente e ficamos leves.
Para além de um desporto o atletismo é uma vida! Por isso entra neste mundo e mostra o que vales, nunca desistas e boa sorte!

MD - Obrigada pela tua colaboração!

AB - Aproveito para também te agradecer por tudo o que tens feito por mim, senhora jornalista e atleta Márcia.

Entrevista conduzida por Márcia Dias, 8ºB; fotógrafo - Ângelo Dias.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário