Lavrando Pa
Pesquisa

Crítica "O Rapaz do Pijama às Riscas"
Por Ana Ribeiro (Aluna, 8ºA Nº1), em 2018/01/3077 leram | 0 comentários | 23 gostam
Este livro infanto-juvenil é um dos melhores livros que trata superficialmente a 2.ª Guerra Mundial.
Titulo: o Rapaz do Pijama às riscas
Editora: ASA
Autor: John Boyne

Sinopse:
No livro “O rapaz do Pijama às Riscas”, a história começa em Berlim com a notícia que Bruno teria de se mudar devido ao emprego do pai. Este rapaz de nove anos ficou muito triste.
Na nova casa descobre o que parece ser uma quinta onde todas as pessoas andam de pijama às riscas. A sua ingenuidade misturada com curiosidade levam-no a falar com Shmuel uma das crianças da “quinta”. Bruno começa a conversar com ele bastantes vezes e criam uma amizade simultaneamente divertida e profunda.
Em sua casa, professor particular e a sua irmã dizem-lhe que os judeus são uma raça má, o que deixa Bruno a pensar como isso era possível se Shmuel, que diz ser judeu, não era mau.
Certo dia, a sua ingenuidade levou-o a entrar na "quinta" para ajudar o seu amigo e acabou morrendo de mãos dadas com ele.

Opinião
Pessoalmente, gostei muito deste livro. Toda a história é muito interessante pelo simples facto de uma criança alemã falar com uma criança judia, tendo em conta a profissão de seu pai e da situação pela qual o país estava a passar - não nos podemos esquecer que se vivia na 2.ª guerra mundial.
Bruno, que em vez de ”Führer” dizia “Fúria” e que para ele o nome da sua cidade era “Acho-Vil” e não “Auschwitz”, era muito ingénuo para perceber o verdadeiro emprego do seu pai e saber a influência dele no país.
Todo o enredo é bem estruturado e bem pensado e consegue captar facilmente a atenção do jovem leitor.


Comentários

Escreva o seu Comentário