Lavrando Pa
Pesquisa

Poemas
Por Alice Ferreira (Professora), em 2017/01/21216 leram | 0 comentários | 34 gostam
Porque muitos quiseram participar e ver os seus poemas publicados, aqui vai mais poesia à moda de Matilde Rosa Araújo...
História de um bolo

Bolo de maçã
Bolo de canela
Bolo de avelã
Bolo de chocolate
Bolo de romã
Bolo de abacate
Feito pela Anabela
De mãos delicadas
Grita com queixume:
Ai! Que quente!
Não vês que saiu do lume?
E a Anabela ficou
Com o dedo queimado
E do prato do bolo
Saiu um gelado!
                       Tomás Martins 4º ano

Deveres

O agricultor fez o seu dever: semeou.
A semente fez o seu dever: brotou.
E a chuva fez o seu dever:molhou.
Caiu e molhou o leito seco da semente
Caiu e molhou a terra da semente
Caiu e ajudou a crescer a semente
Caiu e tornou adulta a semente
E ouviu-se:
Ping ,Ping, Ping
A chuva é o tesouro do mundo.
Ping, Ping, Ping
A chuva é o tesouro do mundo.
E continuou:
Ping,Ping,Ping
A chuva é o tesouro do mundo!

                               Diana Torres 4º ano



A maçã
                                                   
A maçã vermelha,
verde, amarela,
caiu da macieira ,
rebolou pelo chão
A avó agarrou-a
Segurou -a
Com a mão direita
E trincou-a
E a avó depois
Comeu a maçã
Com gosto
Como se fosse um doce de estrelas
E seus olhos
Brilhavam
Sobre a estrela
Da maçã
Deliciosa
Irresistível

                Raquel Pereira 4.º ano

Ondas do Mar

As ondas vão e vêm
Vêm e vão
Batem na areia
E até parecem um pavão
São vistosas e únicas
Brilham com o sol
Resvalam com a chuva
Só quando há pôr do sol
Têm cheirinho muito bom
Até mais que o açafrão
Dão beijinhos na areia
Como se fossem uma sereia.

                       Bernardo Sousa 4º ano









Natal

Não te esqueças do feriado,
À noite se festeja
Todos abrem as prendas,
Agradecendo a toda a gente.
Linda é esta festa!

Natal é um feriado,
que muita gente festeja,
aparece o Pai Natal,
a dar um doce de cereja.

Natal é um feriado,
e há neve a cair,
com todos os flocos,
nós nos vamos divertir.

Natal é um feriado,
o Pai Natal aparece,
entra pela chaminé,
e rápido desaparece.

Natal é um feriado,
festejado por muitas pessoas,
perdemos o juízo,
por causa das prendas boas.

Natal é um feriado,
que ainda vai passar,
mais depressa que o costume,
tal como fumo no ar.

Natal é um feriado,
o Pai Natal vai aparecer,
transportado por renas,
enquanto vou adormecer.

Natal é um feriado,
foi quando Jesus nasceu,
e a estrela apareceu
seguida pelos reis magos,


Natal é um feriado,
lindo e divertido,
com muita gente boa
a olhar para Jesus despido.

 Santiago Santos 4º ano









O Poema Falso!

- Bom dia, pardalinho
Onde é que vais comer?
- Vou comer ali à esquina
Com o meu tempo de lazer

- Bom dia, pardalinho
Estás contente com o teu ninho
- Sim estou
está muito bonitinho

- Bom dia pardalinho
Estás cansado de brincar?
- Não, estava só
a tentar-te impressionar.

- Bom dia pardalinho
Onde fica o teu ninho?
- Fica no telhado e é
bem aconchegadinho

- Bom dia pardalinho
Já andaste de camioneta?
Sim, uma vez fui
atrás dela com a minha bicicleta.

- Bom dia pardalinho
Não achas que é hora de deitar?
- Não, eu gosto de falar
até tombar.

- Boa noite pardalinho...
Um sonho descansado...
Quando acordares de manhã
Vou cantar a teu lado!

Francisca Martins 4º ano

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário