Lavrando Pa
Pesquisa

Poemas da mentira e da verdade
Por Ana Assunção (Aluna, 7ºD), em 2016/03/04646 leram | 0 comentários | 41 gostam
Achei este livro muito engraçado, pois gostei das ilustrações e, sobretudo, da imaginação da autora que escreveu os textos.
O meu poema preferido chama-se "Tudo ao contrário". Fala-nos de um menino que fazia tudo ao contrário. Eu bem que gostava de o conhecer!
Copiei o poema, para que o possam ler e deixar um comentário.

Tudo ao contrário

O menino do contra
queria tudo ao contrário:
deitava os fatos na cama
e dormia no armário.

Das cascas dos ovos
fazia uma omelete;
para tomar banho
usava a retrete.

Andava, corria
de pernas para o ar;
se estava contente,
punha-se a chorar.

Molhava-se ao sol,
secava na chuva
e em cada pé
usava uma luva.

Escrevia no lápis
com um papel;
achava salgado
o sabor do mel.

No dia dos anos
teve dois presentes:
um pente com velas
e um bolo com dentes.


Então, também gostavam de conhecer este menino?

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário