Lavrando Pa
Pesquisa

Sentença adequada?
Por Anabela Pinto (Professora), em 2016/02/21222 leram | 0 comentários | 42 gostam
Norte-americana, que manteve cão na sujidade, sentenciada a passar oito horas numa lixeira.
Em setembro do 2015, a norte-americana Alyssa Morrow considerou-se culpada de crueldade animal e negligência, depois de ter deixado o seu cão, Moose, sozinho em casa durante uma semana.
Em vez de a condenar a uma pena de prisão, o juiz Michael Cicconetti mandou-a para uma lixeira durante oito horas – uma forma de a cidadã perceber aquilo que o seu cão passou. Bom, mais ou menos!
“Não consigo interpretar os sentimentos de um cão, mas se o seu cão lhe pudesse dizer o que sentia…”, começou por dizer o juiz ... “Abandonado?”,“E com medo e doente?, disse Morrow. “Sim!”, retorquiu o juiz. ". "Talvez você deva sentir um pouco disso”, pode ler-se na transcrição que o The Dodo fez do julgamento.
“Quero que viva como Moose e, por isso, condeno-a a ir até à lixeira municipal e quero que lhe escolham o local mais malcheiroso que possam encontrar. E quero que permaneça lá durante oito horas, amanhã, e aproveite para pensar no que fez àquele cão.”, continuou o juiz Cicconetti. “Se vomitar, vomitou!”, concluiu.
Esta não é a primeira vez que uma sentença do juiz Cicconetti evita que o réu vá para a prisão, mas obriga-o a uma espécie de penitência moral, (…).
Quanto a Moose, a boa notícia é que já está recuperado e encontra-se à procura de um novo companheiro humano para tratar dele.

                                             Green Savers (adaptado),4/02/16


Comentários

Escreva o seu Comentário